Dona da Fnac retoma negociações sobre a venda da rede

Grupo francês PPR afirma que o site de comércio eletrônico Redcats também está aberto à propostas
Fnac: rede de eletrônicos do grupo PPR está novamente à venda
Fnac: rede de eletrônicos do grupo PPR está novamente à venda
M
Marcio OrsoliniPublicado em 03/05/2011 às 08:47.

São Paulo – Tradição não é suficiente para manter bons negócios. É preciso transformar o prestígio em dinheiro para investimentos. Quem não anda muito bem é o grupo francês PPR, dono de grifes famosas como Alexander McQueen (marca do vestido da duquesa Kate Middleton), Gucci e Puma.

Francois-Henri Pinault, presidente do conglomerado, afirmou à Bloomberg que está disposto a vender a rede de eletrônicos Fnac ou o site de comércio eletrônico de moda Redcats. “Vamos escolher um banco de investimentos para nos ajudar nisso nas próximas semanas”, disse ele.

A probabilidade maior é que a Fnac seja vendida. Em entrevista ao jornal The Wall Street Journal, no ano passado, Pinault afirmou que a grande fraqueza de seus negócios é o varejo. “É mais difícil desenvolver uma rede como essa no exterior tão rapidamente porque leva muito tempo até que os consumidores se acostumem com um nome desconhecido”, disse ele na ocasião.

A venda de uma de suas marcas faz parte da estratégia da companhia de focar no mercado de luxo e de esportes. Com a negociação da Fnac ou da Redcats, a PPR teria mais fôlego financeiro para novas aquisições nesses setores que elegeu como prioritários.

Segundo Pinault, a venda de uma das marcas deverá ser concluída no segundo semestre deste ano. Na segunda-feira (2/5), o grupo francês anunciou a compra da marca californiana de skate e surf Volcom Inc, por 670, 5 milhões de dólares.

“Não é possível realizar dois negócios ao mesmo tempo porque as unidades são muito grandes”, disse Pinault. A Redcats tem valor de Mercado de 1,35 bilhão de euros. Já a Fnac vale 1,06 bilhão de euros.