Dona da Brastemp tem lucro de US$ 238 milhões no 3º tri

Whirlpool, controladora da Brastemp e da Consul, divulgou lucro ligeiramente maior no terceiro trimestre
Whirlpool: receita caiu para US$ 5,25 bilhões (Germano Lüders/EXAME)
Whirlpool: receita caiu para US$ 5,25 bilhões (Germano Lüders/EXAME)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 25/10/2016 13:36 | Última atualização em 25/10/2016 13:36Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - A Whirlpool, controladora das marcas Brastemp e Consul no Brasil, divulgou hoje que teve lucro líquido de US$ 238 milhões no terceiro trimestre do ano, ligeiramente maior que o ganho de US$ 235 milhões obtido em igual período de 2015. Na mesma comparação, o lucro por ação subiu para US$ 3,10, de US$ 2,95.

Com ajustes, o ganho por ação da Whirlpool ficou em US$ 3,66, abaixo da projeção da FactSet, de US$ 3,86. A receita caiu para US$ 5,25 bilhões no último trimestre, de US$ 5,28 bilhões um ano antes, ficando também aquém da previsão do mercado, de US$ 5,32 bilhões.

A receita foi prejudicada pelo fraco desempenho na Europa, que acabou contrabalançando bons resultados na América do Norte e na América Latina.

Para 2016, a Whirlpool prevê lucro ajustado por ação de US$ 14,00 a US$ 14,25, menor do que o consenso de US$ 14,61 da FactSet.

Com informações da Dow Jones Newswires.