Distrito divulga dados sobre venture capital em meio a derrocada de unicórnios

Plataforma vai apresentar os números atualizados do mercado de venture capital no Brasil e principais destaques do primeiro semestre
Venture capital: Distrito divulga dados sobre investimentos em startups brasileiras (Getty Images/Getty Images)
Venture capital: Distrito divulga dados sobre investimentos em startups brasileiras (Getty Images/Getty Images)
M
Maria Clara DiasPublicado em 06/07/2022 às 06:00.

O cenário de investimentos de risco em startups brasileiras, os setores prediletos dos investidores e as rodadas mais relevantes do ecossistema de inovação durante o primeiro semestre do ano serão tópicos do Inside Venture Capital, relatório sobre o setor que será divulgado pela plataforma de inovação Distrito nesta quarta-feira, 6.

A expectativa é de que os números mostrem o atual momento do venture capital no país, em meio a menor liquidez e aversão ao risco no mercado em geral. O resultado de conjunto de fatores macroecônomicos — como a guerra na Ucrânia e a alta nas taxas de juros — já mostrou seus primeiros efeitos nos últimos meses. Em maio, o baque no volume de investimentos foi de 60% ante maio de 2021.

Assine a newsletter da EXAME e receba conteúdos para quem quer impulsionar o próprio negócio

Nesse cenário e com menos recursos à disposição, muitas empresas têm recorrido a cortes de custos para equilibrar as finanças da operação. O caminho mais comum, muitas vezes, são as demissões em massa — agora cada vez mais frequentes em startups maduras.

De acordo com o site Layoffs Brasil, startups brasileiras já demitiram cerca de 5.689 pessoas em 2022. Casos mais recentes envolvem os unicórnios Ebanx e Loft. Este último desligou mais de 380 funcionários na última terça-feira, 5.

VEJA TAMBÉM: Com crise dos unicórnios, early stage é saída para fundos e chance para startups novatas