Disney lança casas de veraneio de luxo

Imóveis de até 8 milhões de dólares serão construídos dentro do parque da Flórida
Área de bares e restaurantes da Disney: casas de Veraneio serão construídas dentro do complexo  (.)
Área de bares e restaurantes da Disney: casas de Veraneio serão construídas dentro do complexo (.)
T
Tatiana VazPublicado em 10/10/2010 às 03:39.

São Paulo - O conglomerado de mídia e entretenimento The Walt Disney Company anuncia hoje (23/6) a primeira incursão da empresa no mercado imobiliário de luxo. Trata-se do lançamento de projetos de casas de veraneio que serão construídas dentro do complexo Disney, na Flórida, a preços que variam de 1,5 milhão dólares a 8 milhões de dólares. As informações são do americano The Wall Street Journal.

Estrear no ramo imobiliário nessa região pode ser arriscado, segundo o WSJ. Isso porque as taxas de execuções hipotecárias na Flórida, este ano, continuam entre as mais altas nos Estados Unidos. Em Orlando, os agentes imobiliários dizem que os valores dos imóveis residenciais caíram entre 50% e 60% de seu valor máximo. Os preços dos imóveis de luxo na Disney estariam no topo dessa faixa de preço de mercado.

Porém, a companhia considera que o mercado imobiliário de luxo nos Estados Unidos está em recuperação. Apesar de nos últimos anos criar serviços especiais de degustação de vinhos e passeios para parques aos visitantes de melhor poder aquisitivo do parque, "ainda há muito o que oferecer a esse tipo de público", afirma Matt Kelly, diretor de desenvolvimento de produtos imobiliários da Disney.

Um dos imóveis de luxo construídos no complexo, e que segue a linha dos projetos que a Disney apresentará ao mercado, é o Golden Oak. A previsão é de que o local, construído em 392 hectares, com dois campos de golfe dentro dos 104 quilômetros quadrados dos parques temáticos de Orlando, também reúna ainda um hotel com 445 quartos para hospedar os clientes por todo o ano.

O hotel será construído no centro do complexo Disney. Também há planos de construir um clube, com parques e ofertas de passeios em áreas preservadas, que representam cerca de metade da área do projeto.

Ricos na mira da Disney

O projeto no Golden Oak vai testar se o Walt Disney World é atraente o suficiente para fazer com que consumidores de melhor poder aquisitivo invistam em imóveis dentro do complexo. Mas o teste será limitado: menos de 30 lotes estarão à venda neste ano, e a estimativa é que as casas sejam construídas até 2011. Não há planos para a venda de outros futuros lotes de casas na região.

O tamanho dos terrenos vendidos nessa primeira fase vai variar de mil a três mil metros quadrados. Embora os compradores possam contratar seus próprios arquitetos, a Disney exige que os materiais da área externa das casas sejam escolhidos pelas construtoras, e que os estilos arquitetônicos das casas sejam previamente aprovados pela companhia.

Em Celebration, região de quase 2.000 hectares desenvolvida ao lado dos parques temáticos da Disney, em Orlando, foi promovido na década de 90 um novo modelo de vida em uma cidade pequena. O local foi projetado para abrigar pessoas de diferentes classes sociais, onde pessoas que alugam apartamentos por 600 dólares ao mês convivem harmonicamente com outras que pagam de 185.000 dólares a 4 milhões de dólares por uma casa de luxo. A companhia está desenvolvendo ainda um projeto comercial para ampliar o número de casas vendidas no local - atualmente há 6.000 casas na região.

A previsão é de que a Disney conclua as obras do Golden Oak em até dez anos. Compradores interessados no primeiro lote, disponível a partir de hoje (23/6), devem depositar 25.000 dólares para entrar numa lista de reserva e, quem sabe, comprar uma casa de luxo dentro do maior complexo de entretenimento e mídia do mundo.