Cortes na Alitalia devem atingir 2.500 postos, diz ministro

A baixa acontecerá no momento em que a deficitária companhia aérea negocia um investimento a ser feito pela Etihad Airways

Milão - O ministro do Trabalho da Itália disse nesta terça-feira que vê cortes de empregos na Alitalia atingindo 2.400 a 2.500 postos, num momento em que a deficitária companhia aérea negocia um investimento a ser feito pela Etihad Airways, baseada em Abu Dhabi.

"Pelo que eu entendo existem conversas de 2.400 a 2.500 cortes de empregos", disse Giuliano Poletti, à margem de um evento em Milão, acrescentando que o assunto ainda é objeto de negociação entre as partes envolvidas, incluindo sindicatos.

Ele acrescentou que seu ministério iria ajudar nas negociações em curso entre a Alitalia e a Etihad, especialmente porque regimes de demissões patrocinados pelo Estado podem ter de ser colocados em prática para reduzir o impacto de eventuais cortes de empregos. 

A Alitalia tem uma força de trabalho total de 14.000 pessoas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.