Negócios
Acompanhe:
Apresentado por FISERV

Conheça a estratégia da Fiserv para conquistar bancos e varejistas

Em acordo firmado entre líder global em serviços financeiros e de pagamentos e Caixa, varejistas, clientes do banco, terão acesso a serviços de adquirência

 (Tim Robberts/Divulgação)

(Tim Robberts/Divulgação)

e
exame.solutions

Publicado em 24 de maio de 2021, 11h00.

Última atualização em 12 de novembro de 2021, 09h41.

A covid-19 impactou os mais diversos setores e trouxe mudanças significativas nas formas de consumo e, consequentemente, de pagamento. De acordo com um estudo recente, 40% dos brasileiros adotaram meios de pagamentos digitais desde o início da pandemia. Outro levantamento, da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) aponta que em 2020 foram registrados 41 bilhões de reais em pagamentos por aproximação – um crescimento de 470% em relação a 2019.

À medida que o interesse dos consumidores por carteiras digitais e pagamentos via contactless aumenta, cresce também a procura por empresas capacitadas a atender essa nova demanda. É o caso da Fiserv, líder global em soluções de tecnologia de serviços financeiros e de pagamentos.

No Brasil, as soluções da companhia vêm dando suporte às transações feitas por mais de 130.000 lojistas de maneira totalmente integrada a todo o ecossistema de pagamentos do país. Os números impressionam: 75% das transações dos maiores varejistas brasileiros passam pelas soluções da Fiserv, resultando em mais de 8,5 bilhões de transações ao ano.

“O fato de sermos agnósticos, ou seja, desvinculados de qualquer instituição financeira, seja direta, seja indiretamente, nos dá uma imensa liberdade de trabalhar com diferentes marcas e instituições, livres de vínculos capazes de enviesar a relação”, explica Edson Nassar, presidente da Fiserv no Brasil. “Isso nos torna um verdadeiro parceiro do cliente”.

Suporte para todo tipo de venda

Desde a aquisição da First Data, em 2019, a Fiserv, que atua em mais de 100 países, ingressou no mercado brasileiro com uma ampla oferta de soluções digitais de olho em dois públicos em especial: varejistas e instituições financeiras.

“Somos capazes de atender desde microempreendedores até os maiores varejistas do mercado, fornecendo soluções robustas em adquirência, com tecnologia e expertise, ao mesmo tempo que conseguimos atender a demandas completas de processamento de adquirência para bancos”, destaca Edson.

As soluções vão desde maquininhas e tecnologias para venda online (por e-commerce, telefone ou app) a ferramentas de gestão. Os serviços incluem ainda a antecipação de recebíveis – uma das formas de melhorar o fluxo de caixa –, recarga de telefonia e tecnologias para pagamento à distância.

Para entregar uma oferta ampla, a Fiserv conta com uma solução de adquirência de marca própria, é líder no país em soluções TEF, recarga de telefonia e processamento de transações de adquirência – e possui uma plataforma robusta de processamento de cartões, com mais de 170 milhões de clientes no país.

Com capacidade instalada para escalar as operações e a oferta de serviços de adquirência em até quatro vezes, a empresa chamou a atenção da Caixa Econômica Federal, com quem assinou, em abril deste ano, um acordo de 20 anos que permitirá que varejistas brasileiros, clientes da Caixa, aceitem pagamentos por meio da adquirência Fiserv, com acesso a recursos inovadores.

Inovação constante

Para crescer no mercado brasileiro e atender às expectativas de um público cada vez mais exigente, a Fiserv investe constantemente em inovação e no desenvolvimento de soluções voltadas para o universo de meios de pagamento – sejam eles físicos ou digitais.

“Ainda que nossas ofertas sejam B2B, a nossa atuação preza muito pela figura que está na ponta, mirando a experiência única do consumidor”, destaca Paula Takara, head de marketing Latam da Fisev. “Sabemos que uma experiência sem fricção, transparente, confiável e rápida demanda inovação constante. E é justamente esse o nosso foco”.

Clique aqui para saber mais sobre a atuação da Fiserv no Brasil.