CEO da France Telecom é internado antes de dia decisivo

Stephane Richard foi hospitalizado por fadiga após dois dias de interrogatório em uma investigação de um caso de arbitragem de 2008

	Telefone público da France Telecom: investigação de corrupção colocou Richard, cujo contrato com empresa está para ser renovado no ano que vem, em uma posição delicada com o governo
 (Kaihsu Tai/Wikimedia Commons)
Telefone público da France Telecom: investigação de corrupção colocou Richard, cujo contrato com empresa está para ser renovado no ano que vem, em uma posição delicada com o governo (Kaihsu Tai/Wikimedia Commons)
D
Da RedaçãoPublicado em 12/06/2013 às 11:05.

Paris - O presidente-executivo da France Telecom, Stephane Richard, foi hospitalizado por fadiga nesta quarta-feira, após dois dias de interrogatório pela polícia em uma investigação de um caso de arbitragem de 2008 que resultou em um grande pagamento para o empresário Bernard Tapie.

Richard era assessor da ex-ministra das Finanças, Christine Lagarde, em 2008, quando o governo francês concedeu a Tapie 285 milhões de euros (373 milhões de dólares) por danos em sua longa batalha contra o agora extinto banco Credit Lyonnais.

Tapie, um defensor do ex-presidente Nicolas Sarkozy, contestou o papel do banco na venda de sua participação na empresa de roupas esportivas Adidas, em 1993.

Os promotores da investigação decidirão nesta quarta-feira a possibilidade de colocar Richard sob investigação oficial.

"Ele está no hospital desde terça-feira. Está cansado, mas está bem", disse o advogado de Richard, Jean-Etienne Giamarchi.

Richard negou qualquer irregularidade no caso.

A investigação de corrupção colocou Richard, cujo contrato com a France Telecom está para ser renovado no ano que vem, em uma posição delicada com o governo, que detém 27 por cento do grupo de telecom e escolhe seu presidente-executivo.