Negócios
Acompanhe:

Caiu em um golpe na Black Friday? Veja o que fazer

Segundo levantamento da OLX, em parceria com a plataforma AllowMe, os golpes durante a Black Friday podem ocasionar um prejuízo estimado de R$ 53 milhões para as vítimas. EXAME ouviu especialista para entender o que fazer após cair em golpes como boleto ou site falso

E-commerce: data registra aumento de 158% nas transações online, com cerca de 13 compras por segundo (Truora/Divulgação)

E-commerce: data registra aumento de 158% nas transações online, com cerca de 13 compras por segundo (Truora/Divulgação)

L
Luciana Lima

Publicado em 26 de novembro de 2022, 08h00.

Na última sexta aconteceu mais uma edição da Black Friday, tradicional data do varejo em que muitos brasileiros aproveitaram para ir às compras. Segundo a OLX, plataforma de e-commerce, a expectativa para a data é que haja um aumento de 158% nas transações online, com cerca de 13 compras por segundo.

Veja descontos, dicas e outros conteúdos publicados pela EXAME sobre a Black Friday 2022!

Porém, a data também é conhecida por ser um período em que criminosos se aproveitam do alto volume de pessoas em busca de descontos e realizando compras virtuais para aplicar golpes.

De acordo com uma análise da OLX, em parceria com a plataforma AllowMe, de prevenção a fraudes, os golpes durante a data podem ocasionar um prejuízo estimado de R$ 53 milhões para as vítimas.

Cai no golpe do boleto falso, o que fazer?

Segundo o mesmo levantamento, o golpe do boleto falso é um dos mais comuns durante a Black Friday, representando 67% dos casos.

"Antes efetuar o pagamento do boleto é altamente recomendado que se verifique os dados do pagador e principalmente do recebedor", diz José Júlio Gonçalves de Almeida, professor de Direito da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid). 

"Se o boleto falso, foi emitido por terceiros, dificilmente o consumidor conseguiria o ressarcimento, porém, caso o boleto tenha sido emitido com alguma participação do Banco, mesmo que indireta, é possível sim ingressar em juízo postulando a reparação do dano", completa. 

Comprei um produto em um site falso, o que fazer?

A pesquisa da OLX também mostrou que, logo atrás do golpe de boleto falso, a fraude anúncio falso é uma das mais populares, respondendo por 30% dos casos. Esse tipo de golpe, inclusive, aumenta 4 pontos percentuais no período da Black Friday em relação ao restante do ano.

"Sites falsos são armadilhas para consumidores e fator de risco para fornecedores. A existência deles é repudiada pelos fornecedores, os quais não querem sua marca associada à vulnerabilidade, por outro lado, é risco para o consumidor, o qual pode sofrer prejuízos", diz Almeida. 

De acordo com o especialista, a primeira atitude a ser tomada nesses casos é informar à empresa falsificada o problema que enfrentou.

"Não havendo solução satisfatória, deve-se registrar o Boletim de Ocorrência, acionar o Procon ou Idec, e não obtendo solução satisfatória, ingressar com Ação Judicial", diz. 

Comprei um produto e a empresa não entregou. O que fazer?

De acordo com Almeida, a empresa fornecedora tem a obrigação de cumprir com as ofertas que realizou. Não cumprido este acordo,  o caminho é ingressar com as reclamações aos órgãos de Defesa do Consumidor (IDEC e PROCON).

"E, não obtendo satisfação, ajuizar a medida judicial. Vale dizer que é importante também registrar a reclamação junto aos sites de reclamações, como Reclame Aqui", diz. 

Qual a documentação providenciar após um golpe? Boletim de Ocorrência? Registrar uma reclamação no Reclame aqui ou Procon?

Ao constatar um golpe a primeira providência é acionar o banco para tentar suspender os débitos que decorrem dele, seja via cartão crédito ou conta-corrente. 

"Tudo, exatamente tudo, que puder comprovar o golpe deverá ser providenciado. Desde mensagens de aplicativo, vídeos, áudios até a imagem da tela onde o golpe ocorreu. O registro da ocorrência detalhando os fatos é imprescindível", diz Almeida.

Caso o banco não ressarça, novamente, o caminho é buscar o Procon ou Idec, e acionar via judiciário.  

Quer saber como está o tráfego nos sites com ofertas da Black Friday 2022? Veja em tempo real no Black Friday Live Map Azion/EXAME

Qual o passo a passo seguir após perceber que sofri um golpe? 

"Em se tratando de golpe por meio do banco, este deve ser o primeiro a ser informado, se não solucionado, o caminho é Boletim de Ocorrência (B.O), seguido de reclamação junto aos órgãos de Proteção ao Consumidor, não resolvido, manejo da ação judicial", diz Almeida. 

Porém, caso seja uma compra pela Internet, a página fraudulenta deve ser imediatamente denunciada à polícia, por meio de um B.O, seguindo com os outros passos (acionar órgãos de proteção e, caso não obtiver sucesso, entrar com ação Judicial).

"Entretanto, a reclamação junto aos órgãos pode ser dispensada e ajuizada diretamente a ação judicial sempre que o consumidor entender que houvera grave risco ou elevado prejuízo", completa. 

Existem garantias de que vou reaver o prejuízo, seja ele qual for? 

Almeida é taxativo em dizer que não há garantia de ressarcimento do prejuízo, salvo situações em que o cliente houver contratado seguro antifraude, por xemplo.

"Porém, para a buscar a reparação, a coleta dos documentos, demonstração do golpe, registro do Boletim de Ocorrência, Reclamação junto aos órgãos de Proteção ao Consumidor e a ação judicial, são as ferramentas a disposição do consumidor visando a obtenção da reparação", diz o especialista. 

Quando é a Black Friday?

A Black Friday 2022 acontece na sexta-feira 25 de novembro, mas diversos varejistas já oferecem produtos com descontos durante todo mês de novembro.

O que é Black Friday?

A Black Friday é um evento comercial, conhecido pelos descontos em produtos de diversas categorias, tanto em estabelecimentos físicos quanto em lojas online.

Como surgiu a Black Friday?

A data da Black Friday surgiu nos Estados Unidos e sempre acontece na última sexta-feira do mês de novembro, uma semana após o feriado de Ação de Graças.

Quando começou a Black Friday no Brasil?

A primeira Black Friday no Brasil foi realizada em 2010. Cerca de 50 lojas do varejo nacional adotaram a data já utilizada nos Estados Unidos e conhecida pelo grande número de vendas de produtos com descontos.

LEIA TAMBÉM

McDonald's oferece combo de BigMac com batata e refrigerante a R$ 10 na Black Friday

Black Friday 2022 tem chapinha por R$29,90 e descontos de até 60% em secador e escova secadora

Black Friday da Americanas: TV, escova-secadora, smartphone e outros produtos em promoção