Cade aprova compra da Alpargatas

Em 12 de julho, a holding da família Batista firmou acordo para venda de sua participação de quase 86% na Alpargatas para Itaúsa, Cambuhy e Brasil Warrant
Alpargatas: companhia foi vendida pelo grupo J&F por R$ 3,5 bilhões de reais (Germano Lüders/Exame)
Alpargatas: companhia foi vendida pelo grupo J&F por R$ 3,5 bilhões de reais (Germano Lüders/Exame)
G
Gabriela Mello, da ReutersPublicado em 04/08/2017 às 08:30.

São Paulo - A superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra pela Itaúsa, Cambuhy Investimentos e o fundo Brasil Warrant da fatia controladora da J&F Investimentos na fabricante de calçados Alpargatas, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Em 12 de julho, a holding da família Batista firmou acordo para venda de sua participação de quase 86 por cento na Alpargatas para Cambuhy, Itaúsa e Brasil Warrant, os veículos de investimento das mais proeminentes famílias de banqueiros do Brasil, por 3,5 bilhões de reais.