BRF tem prejuízo de R$460 mi no 4º trimestre

No relatório, a companhia afirmou que o resultado refletiu principalmente o impacto do desempenho operacional mais fraco

São Paulo - A empresa de alimentos BRF teve prejuízo no quarto trimestre, refletindo cenário de custos ainda elevados, combinado com prática de preços menores para defender participação de mercado em regiões chave.

A companhia anunciou nesta quinta-feira que teve prejuízo líquido de 460 milhões de reais no período, ante lucro líquido de 1,415 bilhão de reais no mesmo período de 2015.

No relatório, a companhia afirmou que o resultado refletiu principalmente o impacto do desempenho operacional mais fraco.

A receita líquida da BRF no período caiu 4,1 por cento ano a ano, para 8,59 bilhões de reais.

O resultado operacional da companhia medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) teve uma queda de 70,4 por cento, para 559 milhões de reais.

A companhia explicou que os custos de matérias-primas como grãos seguiram elevados.

Pelo lado da demanda, além da recessão no Brasil, a companhia citou que o crescimento de produção de frango em alguns países relevantes pressionou a competição com o produto brasileiro exportado.

Ademais, o resultado financeiro da BRF ficou negativo em 600 milhões de reais, ante número também negativo de 381 milhões em igual etapa do ano anterior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.