Bayer propõe compra da Monsanto e agita setor

O grupo farmacêutico e químico alemão Bayer fez uma proposta não solicitada de aquisição da companhia de sementes norte-americana Monsanto

Nova York/Frankfurt - O grupo farmacêutico e químico alemão Bayer fez uma proposta não solicitada de aquisição da companhia de sementes norte-americana Monsanto, visando criar a maior fornecedora agrícola do mundo e assumir vantagem nos mercados convergentes de pesticidas e sementes.

A Monsanto revelou a aproximação na quarta-feira, antes da Bayer confirmar seu movimento, ainda que nenhuma das duas tenha divulgado os termos da proposta.

O valor de mercado de 42 bilhões de dólares da Monsanto significa que o acordo poderia superar o plano de aquisição da companhia suíça de agroquímicos Syngenta pela chinesa ChemChina --um negócio que a própria Monsanto perseguiu no ano passado-- e pode encarar obstáculos do regulador antitruste dos Estados Unidos.

Um comunicado da Monsanto disse que sua diretoria está revisando a proposta, que é objeto de análise, aprovação regulatória e outras condições. Não há garantia de que qualquer transação será concluída, acrescentou.

Às 10:57 (horário de Brasília), as ações da Bayer tombavam mais de 9 por cento, tocando nesta quinta-feira as mínimas de dois anos e meio, com alguns investidores preocupados com o custo potencial do acordo. Já as ações da Monsanto subiam mais de 4 por cento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.