Após McPicanha, Whopper Costela do Burger King vira alvo de denúncias

Lanche de costela suína sem costela tem gerado revolta nas redes sociais; rede diz que comunicação envolvendo hambúrguer sempre foi clara
 (Burger King/Divulgação)
(Burger King/Divulgação)
Por Maria Clara DiasPublicado em 02/05/2022 15:55 | Última atualização em 02/05/2022 18:49Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Depois do McDonald's virar alvo de denúncias de consumidores após causar confusão com seu lanche de picanha sem picanha, é a vez do Burger King se envolver em uma polêmica com um de seus hambúrgueres, o Whopper de Costela.

Nas redes sociais, uma página de indicações gastronômicas acusou a rede de fast-food de comercializar um hambúrguer sem costela, levando consumidores ao erro. A suposta propaganda enganosa acontece pois o lanche de costela, na verdade, não é feito de costela suína O Burger King afirma, em sua comunicação de marca, que o hambúrguer é feito à base de paleta de porco, "com aroma de costela".

O perfil do Instagram responsável pela denúncia afirmou que levaria o caso ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). "A partir de agora teremos de ficar muito atentos aos textos legais, porque cada vez mais estão tentando nos enganar. Mais uma vez você está sendo induzido ao erro", afirma a página no post.

Em nota, o Burger King afirmou que, desde o lançamento do produto, "sempre comunicou com clareza em todo o seu material de comunicação a composição do hambúrguer presente no sanduíche, produzido à base de carne de porco [paleta suína] e com aroma 100% natural de costela suína".

A empresa ainda afirma que a transparência é um valor fundamental, e que "todas as informações sobre a composição do produto podem ser facilmente identificadas nas peças publicitárias, cardápios e demais materiais oficiais do Burger King".

O que vem no Whopper Costela?

Segundo o Burger King, o Whopper Costela é feito à base de paleta suína, e possui aroma 100% natural de costela suína.

Procurado pela EXAME, o Procon-SP afirmou que irá notificar a rede. Mais informações e pronunciamentos oficiais devem ser divulgados em breve.

McPicanha gerou polêmica por não conter Picanha

O McDonald's anunciou, durante o mês de abril, o lançamento de uma nova linha de hambúrgueres em seu cardápio. A novidade, chamada de McPicanha, faz referência ao corte nobre da carne bovina, porém, não possui picanha em sua composição. No lugar, está um molho com "aroma de picanha".

A confusão rendeu à rede de fast-food, em sua representação brasileira Arcos Dorados, uma notificação do Procon São Paulo. Em nota, o órgão de defesa do consumidor afirmou que a empresa deveria apresentar a tabela nutricional dos sanduíches, atestando a composição de cada um dos ingredientes (carne, molhos, aditivos, dentre outros), bem como "documentos que comprovem os testes de qualidade realizados, demonstrando o processo de manipulação, acondicionamento e tempo indicado para consumo".

Depois de virar alvo de inúmeras reclamações de consumidores nas redes sociais, a rede de fasft-food decidiu remover o hambúrguer do cardápio. Pouco tempo depois, porém, anunciou em post em uma rede social que o sanduíche voltará com novo nome, mas com o mesmo sabor e com a "maior carne do Méqui e o delicioso molho sabor picanha está de volta".