American Express vai gastar US$ 400 milhões com demissões

Companhia planeja cortar 5.400 vagas de empresgos, o que representa 8,5% de sua força de trabalho

São Paulo - American Express deve reduzir em 8,5% o números de seus funcionários, o que representar cerca de 5.400 demissões neste ano.

Segundo a administradora de cartões, as demissões devem gerar custo de 400 milhões de dólares para a empresa. Segundo Kenneth Chenault, presidente da companhia, os cortes devem ocorrer na divisão de viagens da American Express.

"As reduções visam fazer a  American Express mais ágil, mais eficiente e mais eficaz na utilização dos nossos recursos para impulsionar o crescimento", disse Chenault, em nota.  

Ainda segundo o executivo, a American Express tem o objetivo de manter operacional despesa de crescimento abaixo de 3% em 2013 e 2014. No último ano, as despesas aumentaram 13% 21,8 bilhões dólares.
 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também