Guitarrista setentão, resgate ao rock e patrocínios: a fórmula da Samsung para a volta dos eventos

Depois de patrocinar o Lollapalooza, a Samsung continua apostando nos grandes festivais musicais para se conectar com o público; em julho, empresa trouxe Joe Perry, do Aerosmith, ao Brasil
Palco do Samsung Best of Blues & Rock 2022, na área externa do Auditório do Ibirapuera, em São Paulo: evento é aposta da Samsung para retomada dos grandes festivais (André Velozo/Instituto Dançar/Divulgação)
Palco do Samsung Best of Blues & Rock 2022, na área externa do Auditório do Ibirapuera, em São Paulo: evento é aposta da Samsung para retomada dos grandes festivais (André Velozo/Instituto Dançar/Divulgação)
M
Maria Clara Dias

Publicado em 02/08/2022 às 17:41.

Última atualização em 03/08/2022 às 11:41.

Entre ruídos de guitarra e um público atento ostentando celulares com flashes que não perdem um segundo sequer, há mais do que desejo de resgatar a essência de um show de rock tradicional. Na Samsung, o retorno dos grandes festivais de música também é uma oportunidade de associar a marca a uma nova era no entretenimento.

Durante o mês de julho, a empresa foi a patrocinadora do Samsung Best of Blues & Rock, festival de música que acontece desde 2013 e já reuniu artistas como Buddy Guy, Jeff Beck e Richie Sambora.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

A premissa básica do festival é democratizar o acesso de diferentes públicos a grandes eventos musicais — um caminho para isso é a entrada franca. Desde que detém os direitos sobre o festival, a Samsung já reuniu 250.000 pessoas com os shows de rock e blues gratuitos.

Na edição de 2022, a festividade foi realizada pelo Instituto Dançar, organização social de apoio à cultura e à acessibilidade, e contou com a participação de Joe Perry, guitarrista e um dos fundadores da banda americana Aerosmith. Para o show no Brasil, Perry trouxe seu projeto solo The Joe Perry Project.

Apostar no estrelato de um dos principais guitarristas do mundo, ao que tudo indica, foi uma das principais sacadas da Samsung para tornar a edição deste ano mais célebre que as anteriores. “Neste ano, voltamos com a energia renovada, com muita vontade de estar presencialmente nesse contato próximo com os consumidores”, diz Carolina Corrales, gerente de relações públicas, brand experience e eventos da Samsung Brasil.

A tentativa da Samsung segue um imperativo entre as marcas que buscam se associar a grandes eventos desde que festivais para públicos volumosos voltaram a acontecer no pós-pandemia. Em novo momento, o patrocínio e a presença em ocasiões que permitam o contato próximo com o público se tornam poderosas ferramentas de marketing de olho na experiência e descontração. Na lista estão ativações ou o patrocínio — muito vezes milionário.

LEIA TAMBÉM: Fim da pandemia e tecnologia trazem nova era para o marketing

“As experiências sempre foram um pilar central da estratégia de marca da Samsung, mesmo antes da pandemia, e queremos, cada vez mais, aumentar a nossa presença em ações e ativações inovadoras que marquem as vidas dos consumidores”, diz Corrales. “Especialmente neste momento de retomada, elas se tornam ainda mais relevantes, pois o público está ávido por momentos de reconexão”

Para a executiva, as ações de brand experience conectam a Samsung diretamente com o público e são fundamentais para que a marca possa demonstrar, na prática, os reais benefícios de produtos e serviços. “O Samsung Best of Blues & Rock é um bom exemplo de como podemos estar próximos dos nossos consumidores proporcionando, de forma democrática, acesso à cultura e à música”.

Proximidade com as novas gerações

Apesar de estar pautado em gêneros mais tradicionais da música, o Best of Blues & Rock serve de atalho para que a Samsung alcance o público mais jovem.

É um desejo que também chega até mesmo a músicos com certo tempo de estrada. "As gerações mudam, mas a paixão pela música continua", disse Joe Perry à EXAME durante coletiva de imprensa no evento.

O guitarrista falou sobre adaptações de setlist e, sobretudo, da importância do protagonismo jovem em eventos culturais como o Best of Blues. Como exemplo, Perry citou a presença de Yohan Kisser, artista que também se apresentou durante o festival. Kisser, de 25 anos, é filho de Andreas Kisser, guitarrista da banda Sepultura, e conduziu um show de 2 horas com músicas autorais e adaptações instrumentais.

Joe Perry no Best of Blues & Rock, evento da Samsung (André Velozo/Instituto Dançar/Divulgação)

Além do Samsung Best of Blues & Rock, a marca também patrocina, há três anos, o Lollapalooza Brasil. Na edição mais recente, criou ativações durante o evento com o intuito de divulgar os benefícios dos produtos da linha Galaxy. Antes disso, a marca patrocinou o "Samsung Rock Exhibition - Rita Lee”, exposição de objetos pessoais da artista, no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo.

Mesmo sem divulgar as cifras envolvendo o patrocínio de eventos de grande porte, as estimativas são altas, considerando o aquecido setor de eventos como um todo — anualmente, o setor movimenta 930 bilhões de reais.

Agora, segundo Corrales, o marketing de experiência continuará sendo parte indispensável da estratégia corporativa da Samsung. “A Samsung continuará apostando em ações de brand experience, pois elas são fundamentais para nos conectarmos com os consumidores, surpreendê-los e encantá-los”, diz. “O patrocínio do festival Samsung Best of Blues & Rock é um componente fundamental de nossa estratégia de marca".