Vulcão intensifica erupção no Alasca e põe região em alerta

Vulcão que tem expelido cinzas e lava há anos entrou em erupção com uma nova intensidade nesta semana

Juneau - Um vulcão do Alasca que tem expelido cinzas e lava há anos entrou em erupção com uma nova intensidade nesta semana, soprando uma nuvem de fumaça e cinzas de 7.315 metros, levando os cientistas a emitir o seu mais elevado alerta vulcânico em cinco anos, disseram as autoridades nesta terça-feira.

Mas a ação intensa do vulcão Pavlof, localizado em uma região desabitada cerca de 966 quilômetros a sudoeste de Anchorage, até agora não tem atrapalhado qualquer tráfego aéreo regional. O clima favorável tornou mais fácil para os aviões contornarem a área afetada.

Ainda assim, a erupção era intensa o suficiente para o Centro de Observação de Vulcões do Alasca emitir o seu primeiro alerta vermelho desde 2009, quando o Monte Redoubt teve uma série de erupções que lançaram cinzas a 15.240 metros de altura.

"Isso significa que ele pode ficar em erupção por semanas ou mesmo meses", disse a geóloga do observatório Michelle Coombs sobre o alerta.

"Eu não acho que nós ficaremos no (alerta) vermelho durante todo esse tempo, mas deve durar algum tempo com base no seu passado." 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.