UE diz que nem reconhece nem reconhecerá anexação da Crimeia

A União Europeia disse em comunicado que não reconhece nem reconhecerá a anexação feita por Moscou da península ucraniana da Crimeia

Bruxelas - A União Europeia (UE) disse nesta terça-feira ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, que não "reconhece nem reconhecerá" a anexação feita por Moscou da península ucraniana da Crimeia como uma república federativa.

"A União Europeia não reconhece nem reconhecerá a anexação da Crimeia e Sebastopol à Federação Russa", afirmaram em um comunicado conjunto os presidentes da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

"A soberania, a integridade territorial e a independência da Ucrânia tem que ser respeitada", acrescentou a nota.

A Rússia anexou hoje a Crimeia como república federativa de forma extraordinariamente rápida, já que apenas transcorreram 48 horas desde que no domingo a população da região autônoma ucraniana votou a favor desta opção em um referendo.

Barroso e Van Rompuy reiteraram mais uma vez a Moscou que a UE "também não reconhece o referendo ilegal e ilegítimo na Crimeia nem seus resultados".

Os chefes de Estado e do governo da UE abordarão "a situação na Ucrânia e a resposta unida europeia" na cúpula que será realizada nos dias 20 e 21 de março.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.