Turquia e Israel preveem assinar sua reconciliação em breve

As negociações tentam recompor as relações danificadas por causa do ataque israelense ao Mavi Marmara, embarcação da "flotilha de Gaza" em 2010

Istambul - Turquia e Israel preveem assinar "muito em breve" um acordo para restabelecer e normalizar suas relações, danificadas pelo incidente da "flotilha de Gaza" em 2010, anunciou nesta sexta-feira o Ministerio das Relações Exteriores turco em comunicado.

A nota afirma que as equipes de negociação de ambos países, aliados durante anos e distanciados há seis, se reuniram ontem em Londres, onde "fizeram progressos rumo à finalização do acordo e de reduzir suas diferenças".

A delegação turca estava liderada pelo secretário das Relações Exteriores, Feridun Sinirlioglu, enquanto pela parte israelense compareceram Joseph Ciechanover, enviado especial do primeiro-ministro, e o presidente interino do Conselho Nacional de Segurança, o general Jacob Nagel.

As equipes pactuaram que "o acordo será concluído na próxima reunião, que deve ser convocada muito em breve", assegura o Ministério turco.

As negociações tentam recompor as relações danificadas entre ambos países por causa do ataque israelense ao Mavi Marmara, embarcação da "flotilha de Gaza" em 2010, durante o qual morreram dez turcos, um deles com cidadania americana.

A Turquia acabou expulsando o embaixador israelense e impôs três condições para restabelecer as relações: uma desculpa formal, o pagamento de indenizações às famílias das vítimas e o levantamento do bloqueio israelense a Gaza.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, já pediu desculpas em 2013, e com relação às indenizações, segundo a rede turca "NTV" poderiam alcançar os US$ 20 milhões.

O ponto mais espinhoso seria a situação de Gaza, mas "NTV" afirmou hoje que a Turquia poderia aceitar um acordo no qual lhe permite enviar uma embarcação que proporcione água e eletricidade aos habitantes da Faixa. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.