Tillerson levanta possibilidade de militares derrubarem Maduro

Tillerson insistiu que o governo Trump não está defendendo "mudança de regime" na Venezuela

Austin - O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, levantou nesta quinta-feira a possibilidade de que os militares da Venezuela podem decidir derrubar o presidente Nicolás Maduro, mas disse não saber se isto irá acontecer.

Em um discurso na Universidade do Texas antes de uma viagem por cinco países da América Latina, Tillerson insistiu que o governo Trump não está defendendo "mudança de regime" na Venezuela, mas disse que seria "mais fácil" se Maduro escolhesse por conta própria deixar o poder.

Ele previu que haverá "mudança" na Venezuela e disse que os Estados Unidos querem que seja pacífica.

"Na história da Venezuela e de países da América do Sul são frequentes vezes em que os militares são o agente da mudança quando coisas estão muito ruins e a liderança não pode mais servir ao povo", disse Tillerson. Mas ele acrescentou que "se este será o caso aqui ou não, eu não sei".

"Maduro deve voltar à sua Constituição e segui-la", afirmou Tillerson, acrescentando que caso a situação fique muito ruim para ele, "tenho certeza que ele tem alguns amigos em Cuba que podem lhe dar uma bela mansão na praia".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.