Theresa May recebe Kerry para reforçar laços com os EUA

A reunião entre May e Kerry representa uma oportunidade para que sejam trocadas impressões, depois que o Reino Unido votou a favor de deixar a União Europeia

Londres - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, recebeu nesta terça-feira o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, que está em Londres para participar de várias reuniões sobre os conflitos na Síria e Iêmen.

Kerry cumprimentou à imprensa antes de entrar no número 10 da Downing Street, residência oficial da chefe do governo, que presidiu hoje pela primeira vez o conselho de ministros desde que assumiu o cargo, na última quarta-feira.

A reunião entre May e Kerry representa uma oportunidade para que sejam trocadas impressões, depois que o Reino Unido votou a favor de deixar a União Europeia (UE), em referendo ocorrido no dia 23 de junho.

Ainda estava previsto que o secretário de Estado americano se encontrasse com o ministro das Relações Exteriores britânico, Boris Johnson, com quem já esteve ontem, em um encontro com chanceleres europeus, em Bruxelas.

Segundo o Ministério, o objetivo desta reunião, que será sucedida por uma entrevista coletiva, será ressaltar que a relação entre os dois países continua sendo importante, apesar do voto favorável ao "Brexit".

Após o encontro bilateral, Johnson e Kerry se reunirão com os ministros das Relações Exteriores da Alemanha, França e Itália e com a Representante de Política Externa da UE, Federica Mogherini, para analisar o conflito na Síria.

A reunião deverá estar centrada na frágil cessação das hostilidades, na difícil situação humanitária e nas condições necessárias para que sejam retomadas as conversas de paz no país árabe.

Mais tarde, Johnson e Kerry se encontrarão com representantes da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos para avaliar o conflito no Iêmen.

Amanhã, May viajará amanhã a Berlim para se reunir com a chanceler alemã, Angela Merkel, e na quinta-feira viajará para Paris para conversar com o presidente francês, François Hollande. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.