Terremoto de 6,9 graus afeta o sudeste de Taiwan

O terremoto aconteceu às 6H44 GMT (3H44 de Brasília), 50 quilômetros ao norte da cidade de Taitung
Trem descarrilado na estação de Dongli, em Hualien, sudeste de Taiwan, após o terremoto de 6,9 graus (AFP/AFP)
Trem descarrilado na estação de Dongli, em Hualien, sudeste de Taiwan, após o terremoto de 6,9 graus (AFP/AFP)
A
AFPPublicado em 18/09/2022 às 09:47.

Um terremoto de 6,9 graus de magnitude afetou o sudeste de Taiwan neste domingo, 18, e provocou o desabamento de pelo menos três edifícios e danos em rodovias, mas os meteorologistas descartaram a ameaça de tsunami na região.

O terremoto aconteceu às 6H44 GMT (3H44 de Brasília), 50 quilômetros ao norte da cidade de Taitung e a uma profundidade de 10 quilômetros.

A intensidade inicial foi calculada em 7,2 graus, mas o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS) revisou algumas horas depois para 6,9. Também foram registrados vários tremores secundários.

A Agência Meteorológica do Japão e o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico emitiram alertas de tsunamis pouco depois do terremoto, mas ambos retiraram as advertências de ameaças algumas horas mais tarde.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Na cidade taiwanesa de Yuli, um prédio de dois andares com uma loja de conveniência no térreo desabou durante o terremoto.

O departamento de bombeiros informou que as quatro pessoas que estavam nos escombros foram resgatadas.

Outros dois edifícios da cidade desabaram, mas estavam vazios, segundo os bombeiros.

Duas pontes desabaram e duas foram danificadas.

A Administração de Ferrovias de Taiwan (TRA) informou que um trem descarrilou na estação de Dongli, em Hualien. Os passageiros foram retirados e ninguém ficou ferido.

O tremor também foi sentido na capital, Taipé, e na cidade de Kaohsiung.

LEIA TAMBÉM:

Número de mortos por terremoto na China sobe para 82

Terremoto de magnitude 7,6 em Papua Nova Guiné deixa ao menos 5 mortos; veja vídeos