Técnico define como 'caos completo' o que viu no estádio

'Levei chutes e murros. Depois me colocaram em uma sala e não consegui mais voltar ao vestiário', acrescentou o técnico do Al-Ahly

Lisboa - O português Manuel José, técnico do Al-Ahly, equipe envolvida nos distúrbios que nesta quarta-feira deixaram pelo menos 73 mortos no estádio de Port Said, no Egito, em jogo contra o Al-Masry, definiu as cenas de violência que presenciou em duas palavras: 'caos completo'.

'Nossos torcedores chegaram a entrar em nosso vestiário. Já morreram cerca de 36 pessoas (o número na verdade já chegou a 73). Enquanto isso, atearam fogo. Na nossa equipe, estão todos bem. Eu não consegui retornar ao vestiário. A culpa é dos soldados, havia dezenas deles e de policiais também. Agora desapareceram todos, está o caos completo', declarou o treinador à emissora de televisão portuguesa 'Sic Notícias'.

'Levei chutes e murros. Depois me colocaram em uma sala e não consegui mais voltar ao vestiário', acrescentou o técnico do Al-Ahly, que informou que está bem e que a confusão começou com brigas entre as torcidas dos dois times.

'Agora vou a ter que repensar minha vida. Não há condições', revelou Manuel José, que desde o ano passado está em sua terceira passagem pelo Al-Ahly. Antes, ele treinou a equipe egípcia de 2001 a 2002 e de 2003 a 2009. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.