Taiwan é invejada após 200 dias sem transmissão local de Covid

Fechamento precoce das fronteiras, rastreamento de contato rigoroso com uso de tecnologia e uso generalizado de máscara colaboraram para conter o vírus

Enquanto muitos países enfrentam novos picos de casos de coronavírus, Taiwan atingiu um tipo diferente de recorde: 200 dias sem um caso de transmissão local. O país mostra, de longe, o melhor resultado do mundo no combate à pandemia - mesmo enquanto o vírus avança novamente na Europa e nos Estados Unidos. O último caso local em Taiwan foi registrado em 12 de abril, e não houve uma segunda onda. No total, foram 553 casos confirmados, com apenas sete mortes.

Onde essa ilha de 23 milhões de pessoas acertou? Especialistas dizem que fechar as fronteiras mais cedo e regulamentar as viagens foram um grande passo no combate ao vírus. Outros fatores incluem rastreamento de contato rigoroso, quarentena monitorada por tecnologia e uso generalizado de máscara. Além disso, a experiência de Taiwan com a SARS levou a uma maior disciplina da população.

“Taiwan é o único grande país que até agora conseguiu eliminar a transmissão comunitária de Covid”, disse Peter Collignon, médico infectologista e professor da Escola de Medicina da Universidade Nacional Australiana. Taiwan “provavelmente tem o melhor resultado do mundo”, disse, e é “ainda mais impressionante” para uma economia com uma população quase do mesmo tamanho que a da Austrália, com muitas pessoas morando perto umas das outras em apartamentos.

Taiwan provavelmente será umas das poucas economias a crescer neste ano. Em agosto, o governo projetou expansão do PIB de 1,56% em 2020.

Mas Taiwan ainda não está fora de perigo. O governo confirmou mais três casos importados na quinta-feira, das Filipinas, EUA e Indonésia. E, nas últimas duas semanas, registrou mais de 20 casos importados. Além disso, outros países que inicialmente conseguiram um bom resultado contra o coronavírus, como Cingapura e Japão, posteriormente tiveram picos de casos.

O que países com novas ondas de Covid podem aprender com a experiência de Taiwan é que nada funciona sem rastrear os contatos de pessoas que deram positivo e colocá-las em quarentena, disse em entrevista Chen Chien-jen, ex-vice-presidente de Taiwan e epidemiologista.

Além disso, como não é fácil que as pessoas cumpram a quarentena, Taiwan tomou medidas para fornecer refeições e entrega de mantimentos e até mesmo contato social via Line Bot, um robô que envia mensagens de texto e conversa. Também há multas: quem desrespeita a quarentena pode pagar até 1 milhão de dólares taiwaneses (US$ 35 mil).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.