Tailândia encomenda 2 milhões de doses de vacina da Sinovac

O país do Sudeste Asiático receberá a vacina chinesa em três lotes, com as primeiras 200 mil doses com previsão para fevereiro

A Tailândia receberá seu primeiro lote de vacinas contra a covid-19 da chinesa Sinovac Biotech no mês que vem, o que permitirá a vacinação de pessoas do grupo de risco no país, que enfrenta uma nova onda de casos de coronavírus.

O país do Sudeste Asiático receberá a vacina chinesa em três lotes, com as primeiras 200 mil doses com previsão para fevereiro, 800 mil em março e mais 1 milhão em abril, segundo o Ministério da Saúde. A Tailândia também iniciou a produção local de vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca sob um acordo de transferência de tecnologia, que devem estar prontas para distribuição em maio, disse o ministério.

A Tailândia corre para conter a propagação de uma nova onda de infecções que começou em mercados de frutos do mar nos arredores de Bangkok, a capital do país e a maior cidade. Na segunda-feira, o primeiro-ministro da Tailândia, Prayuth Chan-ocha, impôs novas restrições para empresas e reuniões em Bangkok e em 27 das províncias mais afetadas para conter o surto.

A Tailândia, que foi relativamente bem-sucedida em controlar o patógeno depois de se tornar o primeiro país fora da China a identificar o coronavírus, pode ver os casos aumentarem para cerca de mil por dia, mesmo com medidas de controle rigorosas, de acordo com o Centro de Administração da Situação da covid-19. O país registrou 315 novos casos de covid no domingo, com 294 deles transmitidos localmente, elevando o total do país para 7.694.

O governo de Prayuth estabeleceu uma meta de vacinação de 50% da população, ou cerca de 33 milhões de pessoas, até o final de 2021 com vacinas de várias fontes, incluindo do programa Covax, apoiado pela Organização Mundial da Saúde. Também está negociando com outros desenvolvedores de vacinas para suprimentos adicionais, de acordo com o Ministério da Saúde.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.