Rússia não deve prender manifestante pacífico, diz HRW

Human Rights Watch pediu que a polícia russa pare de prender manifestantes pacíficos contrários ao presidente eleito Vladimir Putin

Moscou - O Sistema Internacional de Vigilância do Human Rights Watch (HRW) pediu nesta terça-feira que as forças policiais da Rússia parem de prender manifestantes pacíficos, depois que mais de uma centenas deles foi detida nos comícios ocorridos no último final de semana.

"Todas essas manifestações foram claramente pacíficas", disse o comunicado do diretor para a Europa e Ásia Central da entidade, Hugh Williamson. "Os ativistas não fizeram nada que provocasse a polícia ou que exigisse a interferência dela", disse ele. "O governo russo precisa entender que o fato de se segurar um cartaz em um protesto pacífico não é motivo para se prender uma pessoa", acrescentou o diretor da HRW.

No sábado, ativistas fizeram protestos em solidariedade a membros de um grupo ambiental no sul da Rússia, na região de Krasnodar, os quais são suspeitos de danificar uma cerca de uma casa de campo pertencente ao governo e que podem ficar até cinco anos na prisão.

A polícia prendeu mais de 20 pessoas nas manifestações e as deteve por mais de 20 horas, acusando-as de interferir na ordem pública. No domingo, os policiais prenderam quase 10 pessoas em Moscou, perto da torre da rede de TV federal, que apresentou um documentário mostrando as manifestações contra o recém-eleito presidente, Vladimir Putin. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.