Reino Unido aprova vacina da Pfizer para crianças de 12 a 15 anos

O órgão regulador disse que a vacina foi considerada segura e eficaz para essa faixa etária, após uma "rigorosa revisão".

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA, na sigla em inglês) aprovou nesta sexta-feira, 4, o uso da vacina da Pfizer/ BioNTech contra o coronavírus para crianças de 12 e 15 anos.

O órgão regulador disse que a vacina foi considerada segura e eficaz para essa faixa etária, após uma "rigorosa revisão".

A diretora executiva da agência britânica, June Raine, disse que agora cabe ao comitê de imunização do governo aconselhar a inclusão de crianças de 12 e 15 anos na campanha nacional vacinação. A vacina é uma das três vacinas contra coronavírus usadas no Reino Unido, juntamente com as vacinas Moderna e Oxford-AstraZeneca.

A vacina da Pfizer foi a primeira a ser testada e aprovada para crianças. Foram feitos testes com 2.300 adolescentes entre 12 e 15 anos, com metade recebendo as mesmas duas doses aplicadas nos adultos e a outra parte como placebo, isto é, sem ser vacinada. Foram registrados 16 casos de covid-19, todos no grupo que não recebeu a vacina. A farmacêutica informou que já começa também a testar o imunizante em crianças ainda mais jovens, entre 5 e 11 anos.

O imunizante já foi liberado para aplicação em adolescentes a partir dos 12 anos em outros países, como os Estados Unidos, Chile e Canadá. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também deu parecer favorável para essa utilização. 

A campanha de vacinação em massa no Reino Unido lançada em 8 de dezembro já administrou a primeira dose em mais de 39 milhões de pessoas (74,9% da população adulta) e uma segunda em mais de 25 milhões (48,9%). No dia 1 deste mês, o país não registrou nenhuma morte em 24h pela primeira vez em 11 meses.

Aprovação para adolescentes no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta semana que está analisando o pedido para liberar a vacina contra o coronavírus da farmacêutica Pfizer para crianças a partir de 12 anos.

Segundo a agência, o pedido da Pfizer para inclusão dessa faixa etária na bula da vacina foi protocolado no dia 13 de maio e o prazo de avaliação da Anvisa é de até 30 dias. Atualmente, a vacina tem autorização definitiva no Brasil para pessoas com 16 anos de idade ou mais. O país recebeu até o momento 5,8 milhões de doses da vacina, de um total contratado de 200 milhões.

  • Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no Mundo? Assine a EXAME e fique por dentro.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.