R.Unido aborda nos EUA ajuda humanitária aos rebeldes líbios

Ataques a instalações civis e médicas impedem o trabalho da coalizão no país

Londres - O ministro britânico de Desenvolvimento Internacional, Andrew Mitchell, viajou para Nova York, onde tratará do aumento da ajuda humanitária aos rebeldes líbios e procurará que se melhore o acesso à mesma, conforme declarou à imprensa antes de viajar.

Segundo esse Ministério, informações chegadas da Líbia indicam que a situação humanitária é muito precária em certas regiões do oeste do país, às quais essas agências não têm acesso.

Estas se queixam da escassez de provisões e denunciam que são realizados ataques contra civis e instalações médicas, o que impede muitas vezes seu pessoal de trabalhar.

Segundo a "BBC", centenas de civis deixaram Misrata nos últimos dias e líderes rebeldes e médicos estão cada vez mais preocupados com a situação nessa cidade de 300 mil habitantes.

Enquanto isso, em declarações à emissora "Sky News", o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, afirmou que a resolução sobre a Líbia aprovada pela ONU limita a capacidade de manobra dos aliados que tentam proteger os civis com uma zona de exclusão aérea.

"Não somos uma força ocupante, não somos invasores. Não se trata disso. E isso representa uma limitação", disse o líder conservador.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.