Queimadas triplicaram no Cerrado em 2010

Bioma é o mais prejudicado pelas estiagens severas nos últimos anos

São Paulo - De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Cerrado brasileiro foi o bioma mais afetado pela seca neste ano. Entre maio e setembro, foram registrados 57,7 mil focos de queimadas, 350% a mais que o verificado no mesmo período de 2009. O número recorde nos últimos cinco ano provocou danos severos à vegetação e elevou as emissões de gases efeito estufa na região.

Os estados mais atingidos foram Mato Grosso, Tocantins e Goiás. Muitos parques nacionais  que resguardam boa parte do que resta da vegetação de cerrado sofreram com o fogo. O parque nacional das Emas, em Goiás teve 90% de sua área queimada, enquanto os parques nacionais de Brasília, no Distrito Federal, e do Araguaia, em Tocantins, perderam 40% de mata, e o Serra da Canastra, em Minas Gerais, 35%.

Segundo a ONG ambientalista WWF-Brasil, as queimadas e os incêndios durante a seca no Cerrado se devem "quase que totalmente à mão do homem" e acontecem para renovação forçada de pastagens naturais voltadas para a alimentação de rebanhos e também pela expansão de áreas de cultivo que demandam limpeza de áreas antes ou após desmatamentos.

Além de degradarem a flora local, prejudicando a sobrivência de espécies animais características da região, as queimadas e os desmatamentos contribuem para o aumento da concetração de CO2 na atmosfera.  Entre 2002 e 2008, as emissões médias anuais de gases de efeito estufa do Cerrado foram de aproximadamente 232 milhões de toneladas de CO2, segundo o governo federal. O desmatamento ainda é a maior fonte de emissões no Brasil.

A secretária-geral do WWF-Brasil, Denise Hamú, lembra que as mudanças climáticas aumentam a tendência de mais dias sem chuva e de agravamento do quadro de queimadas no Cerrado nos próximos anos. "Daí a importância de políticas públicas permanentes e efetivas para a proteção, recuperação e aproveitamento sustentável do bioma, que já perdeu metade de sua vegetação original", afirma.

Leia mais sobre desmatamento
Acompanhe as notícias de Meio Ambiente e Energia no Twitter

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.