Polícia encontra 20 corpos e resgata 23 vítimas de rituais

Ao todo, 20 cadáveres foram encontrados e 23 pessoas foram resgatadas em uma casa em Ibadan, no sudoeste da Nigéria

Lagos - Ao todo, 20 cadáveres foram encontrados e 23 pessoas foram resgatadas em uma casa em Ibadan, no sudoeste da Nigéria, onde supostamente haviam sido vítimas de assassinatos em rituais e ficaram presas por anos.

Chamada pela imprensa nigeriana como "A casa dos horrores", o lugar era supostamente um "esconderijo de assassinos de rituais", disse uma das vítimas resgatadas pela polícia na floresta perto de Soka, informou hoje o jornal local "The Punch".

A polícia encontrou no sábado passado vários corpos em estado avançado de decomposição e 23 pessoas que permaneciam presas na casa e nas matas que a cercam, no estado nigeriano de Oyo.

A maioria das pessoas resgatadas havia sido sequestrada e estava em estado grave de desnutrição, além de ter sido torturada.

Uma delas, que quis manter anonimato, declarou ter sido sequestrada em setembro de 2013 e agora se recupera com outras sete vítimas no hospital de Adeoyo Hospital, em Ibadan, uma das cidades mais importantes do país.

"Lembro que saí da minha casa em Okebola e que estava indo para Challenge. Subi em um táxi e essa é a única coisa de que lembro até que a polícia nos resgatou", relatou a mulher.

No entanto, em declarações ao jornal nigeriano, admitiu também lembrar de "ver gente caindo, alguns que saíam e nunca voltavam. Mas isso não significou nada para mim até sábado. Foi como se acordasse de um cochilo".

A polícia de Oyo deteve um homem por sua suposta relação com a descoberta macabra e apreendeu armas e munição no interior da casa.

"Uma centena de jovens rastreavam a região na busca de dois ciclistas desaparecidos. Eles descobriram um recinto onde se encontraram duas mulheres e cinco homens encadeados", diz o relatório policial sobre a descoberta da casa.

Segundo moradores de Ibadan, tudo aponta que o lugar havia sido destinado a assassinatos para cerimônias rituais, em um país como a Nigéria, onde a magia negra e o vudu são práticas muito disseminadas.

"Há corpos em decomposição e mais de 50 crânios", disse Comrade Rasheed, um dos moradores.

"Encontramos uma mulher que disse ter dado à luz lá. Resgatamos muita gente ainda com vida e um corpo em uma fossa", acrescentou.

Famílias cujos membros estão em paradeiro desconhecido visitaram o local nos últimos dias para buscar pistas sobre seus parentes.

Um homem, aparentemente vinculado à casa dos crimes, também foi queimado vivo em uma estrada próxima à floresta, relataram várias testemunhas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.