Pastor Brunson é solto e estará em casa em breve, diz Trump

Brunson foi hoje considerado culpado de apoio a organizações terroristas em solo turco

São Paulo - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou em sua conta no Twitter a libertação do pastor americano Andrew Brunson, que estava na Turquia.

Brunson foi hoje considerado culpado de apoio a organizações terroristas em solo turco, mas o tribunal considerou que ele já havia cumprido a pena, libertando-o e liberando-o para viajar de volta para casa. "O pastor Brunson acaba de ser solto, estará em breve em casa!", afirmou Trump.

Mais cedo, o presidente americano comentou que fazia orações pelo pastor, esperando que ele voltasse para casa em breve. Em mensagem anterior de hoje, Trump disse que vinha trabalhando duro no caso.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.