Mundo

Para Romney, Obama ganhou oferecendo 'presentes' a eleitores

Mitt Romney cita "particularmente a comunidade negra, a comunidade hispânica e os jovens" como aquelas que receberam os favores do presidente


	O republicano Mitt Romney: as reservas de votos de Mitt Romney concentraram-se entre os homens brancos com mais de 65 anos
 (©AFP / Don Emmert)

O republicano Mitt Romney: as reservas de votos de Mitt Romney concentraram-se entre os homens brancos com mais de 65 anos (©AFP / Don Emmert)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de novembro de 2012 às 22h13.

Washington - O republicano Mitt Romney atribuiu nesta quarta-feira a sua derrota nas eleições presidenciais de 6 de novembro aos "presentes" oferecidos pelo presidente Barack Obama aos eleitores, segundo a imprensa americana que teve acesso da uma teleconferência do ex-candidato.

Mitt Romney cita "particularmente a comunidade negra, a comunidade hispânica e os jovens" como aquelas que receberam os favores do presidente, segundo declarações feitas por telefone aos principais doadores de sua campanha e relatadas pelo New York Times.

"Em cada caso, eles foram muito generosos no que deram a esses grupos", explicou Mitt Romney, que não se manifesta publicamente desde a noite da eleição.

"Em relação aos jovens, por exemplo, a anulação dos juros sobre os empréstimos estudantis foi um grande presente", afirmou, antes de mencionar os anticoncepcionais gratuitos para as jovens e a reforma da saúde para a classe média.

"Imaginem, para qualquer um que ganhe 20, 30 ou 35.000 dólares por ano, dizer que ele receberá um seguro de saúde gratuito de um valor de 10.000 dólares por família, isso é enorme", afirmou, principalmente "para os eleitores hispânicos".

"Já para os eleitores hispânicos, a anistia para os filhos de imigrantes em situação irregular foi um grande 'plus' para esse grupo de eleitores", prosseguiu o ex-candidato, segundo o jornal.

Durante os 20 minutos de conversa, o candidato não admitiu os erros da gestão de sua campanha, atribuindo a vitória do democrata aos "grandes presentes a alguns grupos --ele fez um grande esforço em pequenas coisas. Todas essas coisas acumuladas, chegam a bilhões de dólares", segundo a transcrição do Los Angeles Times.

Propondo aos participantes que se mantenham em contato no futuro para "terem uma influência na direção do partido e, talvez, na escolha do futuro candidato presidencial", Mitt Romney imediatamente frisou, segundo esse jornal: "... que, com certeza, não serei eu".

Acompanhe tudo sobre:Barack ObamaEleições americanasMitt RomneyPersonalidadesPolíticos

Mais de Mundo

Com a desistência de Biden, quem já apoiou Kamala Harris até o momento?

Calor pode matar? Entenda o bulbo úmido e os limites de temperatura do corpo

Alemanha enfrenta onda de explosões de caixas eletrônicos e estuda endurecer leis para coibir crime

Republicanos exigem renúncia de Biden, e democratas celebram legado

Mais na Exame