Papa Francisco comemora cessar-fogo na Colômbia

O pontífice argentino manifestou sua vontade de que os países que ampararam o processo de paz o blindem para que o conflito não volte a acontecer

O papa Francisco expressou nesta sexta-feira sua satisfação pelo cessar-fogo conseguido na Colômbia entre o governo e as Farc e solicitou aos países que apoiaram o processo de paz a "blindá-lo" para garantir que o conflito não se repita.

"Estou feliz com esta notícia que soube ontem. Mais de 50 anos de guerra de guerrilha, tanto sangue derramado... foi uma boa notícia", afirmou aos jornalistas.

O pontífice argentino manifestou sua vontade de que os países que ampararam o processo de paz, como fiadores e acompanhantes, o blindem para que o conflito não volte a acontecer.

"Espero que os países que trabalharam para fazer a paz e que dão a garantia para que isto continue, o blindem para que isso nunca possa voltar, nem dentro nem fora", disse.

"Parabéns à Colômbia que deu este passo", acrescentou.

O governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) assinaram ontem um cessar-fogo bilateral e definitivo, prévio à ratificação do acordo definitivo de paz que porá fim a mais de meio século de conflito.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.