Orange manterá escritórios no Reino Unido apesar de Brexit

A empresa de telecomunicações francesa Orange disse que vai manter vários escritórios do grupo no Reino Unido, que empregam cerca de 900 pessoas

Paris - A empresa de telecomunicações francesa Orange disse nesta sexta-feira que vai manter vários escritórios do grupo no Reino Unido, que empregam cerca de 900 pessoas, apesar da decisão do país de deixar a União Europeia.

A empresa disse que não está no mercado de consumidores de telecomunicações britânico e que o voto do referendo não tinha impacto direto em sua exposição financeira e balanço.

A decisão do Reino Unido de deixar a UE em referendo na véspera fez os mercados despencarem nesta sexta-feira, com a libra esterlina tocando mínima de 31 anos em um momento.

"O grupo está coberto contra movimentos na taxa de câmbio da libra esterlina e do dólar", disse a Orange em comunicado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.