Mundo

Opel Ampera, híbrido da GM, reduz em seis vezes custo com gasolina

São Paulo - A divisão alemã da General Motors apresenta no salão de Genebra, na Suíça, a versão europeia do Chevy Volt, pronta pra produção. Trata-se do Opel Ampera, que combina uma motor elétrico e outro a combustão. Com visual arrojado e faróis em forma de bumerangue, o híbrido faz 60 km só na eletricidade, […]

Opel Ampera-carro híbrido da GM (Divulgação)

Opel Ampera-carro híbrido da GM (Divulgação)

Vanessa Barbosa

Vanessa Barbosa

Publicado em 9 de março de 2011 às 14h16.

Última atualização em 18 de outubro de 2016 às 11h43.

São Paulo - A divisão alemã da General Motors apresenta no salão de Genebra, na Suíça, a versão europeia do Chevy Volt, pronta pra produção. Trata-se do Opel Ampera, que combina uma motor elétrico e outro a combustão. Com visual arrojado e faróis em forma de bumerangue, o híbrido faz 60 km só na eletricidade, armazenada nas baterias de íons de lítio, o que garante um passeio isento de emissões.

Quando a carga das baterias se esgota, entra em ação, automaticamente, o motor a combustão interna, que trabalha como gerador e fornece energia ao motor elétrico. Este híbrido consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9 segundos e pode atingir uma velocidade máxima limitada eletronicamente de 161 km/h. De acordo com a fabricante, o início da produção do modelo está agendado para o final de 2011.

Tomando por base os preços atuais do combustível na Europa, a fabricante alemã calcula que um quilômetro percorrido pelo Ampera em modo de propulsão elétrica custará cerca de seis vezes menos em comparação com um veículo a gasolina convencional. A empresa estima, ainda, que o custo para recarregar completamente a bateria do automóvel durante a noite será inferior a um euro.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCarros elétricosEmpresasEmpresas americanasGM – General MotorsMontadorasSalão de GenebraSalões de automóveisTecnologias limpasVeículos

Mais de Mundo

Rio Sena esteve limpo na maior parte dos últimos 12 dias, diz prefeitura de Paris

Aliados tentam convencer Biden a desistir da eleição

Biden chama Zelensky de 'Putin' em discurso na Otan

Biden crava que não vai desistir das eleições nos EUA; veja coletiva

Mais na Exame