ONU registra ampla quantidade de radionuclídeo em Fukushima

Segundo agência, nunca foi registrada uma quantidade tão grande do material radioativo

Viena - O Tratado para a Proibição Completa dos Testes Nucleares (CTBTO) registrou uma ampla gama de radionuclídeos em torno da usina nuclear de Fukushima, informou nesta sexta-feira a central de meteorologia da Áustria (ZAMG).

A CTBTO, que tem sua sede em Viena, transmite os dados de suas medições aos 182 Estados-membros, que depois publicam se desejarem.

Gerhard Wotawa, especialista de dados da ZAMG, explicou em comunicado que na estação de Gunma, próxima a Tóquio, foram detectados no dia 14 de março "numerosos" radionuclídeos, entre eles, Yod-131 e Ba-140, com diferentes concentrações, que em todo caso não são prejudiciais para a saúde humana.

Um radionuclídeo é o conjunto de átomos com o mesmo número atômico e massa atômica.

Segundo o especialista austríaco, é "alarmante" que nunca se tenha registrado um espectro tão amplo de radionuclídeo desde o início das medições nessa estação em 1998.

Um relatório meteorológico elaborado por Wotowa indica que a nuvem radioativa de Fukushima está se movimentando atualmente em direção ao nordeste do Japão, sobre o oceano Pacífico.

No entanto, para o próximo domingo se preveem ventos que poderiam levar a poluição de novo em direção a Tóquio, situado a 230 quilômetros ao sudoeste de Fukushima.

A CTBTO tem como objetivo supervisionar qualquer detonação nuclear no mundo.

A organização ainda não se encontra em pleno funcionamento, já que uma série de países com programas nucleares por enquanto não ratificou o tratado.

O objetivo da CTBTO é estabelecer uma rede de 337 estações de medições de diferente tipo, incluindo 80 que podem detectar radionuclídeo.

Por enquanto, existem 264 destas estações, espalhadas por todo o planeta.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também