A página inicial está de cara nova Experimentar close button

ONU condena Síria e Irã por violações dos direitos humanos

A organização condenou os países por baixo desemprenho em matéria de direitos humanos

Nova York - A ONU condenou energicamente nesta terça-feira Síria e Irã por seu pobre desempenho em matéria de direitos humanos, em duas resoluções adotadas pelo organismo mundial.

A resolução condenando "a grave deterioração da situação dos direitos humanos" na Síria foi aprovada por 125 votos contra 13, e 47 abstenções, durante a assembleia geral do comitê para os direitos humanos.

A condenação do Irã foi menos cabal, com 78 países a favor, 35 contra e 69 abstenções.

O texto condenou o uso de armas químicas na Síria durante quase quatro anos de guerra civil no país, e deplorou a prática de torturas em centros de detenção.

O embaixador sírio, Bashar Jaafari, qualificou a resolução de retorcida e política, e sugeriu que o comitê de direitos humanos da ONU denuncie também Arábia Saudita e Catar por violações dos direitos humanos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também