8 empresas brasileiras integram índice DJ de Sustentabilidade

O DJSI foi lançado em 1999 como primeiro índice global de ações composto por companhias consideradas social e ambientalmente responsáveis

Brasília - Oito companhias brasileiras integram o índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI) este ano: Bradesco, Cemig, Embraer, Fibria Celulose, Itaú Unibanco, Itaúsa, Petrobras e Redecard. A nova composição do índice, no qual estarão representadas 342 companhias do mundo todo, entrará em vigor na abertura dos mercados acionários no próximo dia 19.

O DJSI foi lançado em 1999 como primeiro índice global de ações composto por companhias consideradas social e ambientalmente responsáveis, com o objetivo de orientar a alocação de recursos pelos gestores globais. Sua metodologia é elaborada pela companhia de gestão de ativos Sam, com sede em Zurique, para o grupo de índices Dow Jones. Estima-se que 8 bilhões de dólares em ativos sob administração estejam atualmente atrelados ao DJSI.

Segundo comunicado do grupo Sam divulgado na quinta-feira, 41 companhias serão adicionadas e 23 serão retiradas do índice este ano. As maiores, por capitalização de mercados com base no free float, que deixarão o DJSI são Coca-Cola, Hewlett-Packard, ambas dos EUA, e a canadense EnCana Corp, do setor de petróleo e gás.

As maiores adições são representadas pela norte-americana Medtronic, do setor de cuidados com saúde, pela Schneider Electric SA e pelo banco Société Générale, os dois da França. A Itaúsa se manteve como líderes do supersetor de serviços financeiros, um dos 19 supersegmentos globais selecionados pelo Sam na composição do indicador. Entre outros líderes de supersetores aparecem BMW (veículos e autopeças), Xstrata (matérias-primas), Swiss Re (seguros) e Repsol YPF (petróleo e gás).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.