Rússia fecha acordo para fazer usina nuclear na Venezuela

Hugo Chavez garantiu que não tem intenção de fabricar armas atômicas

Moscou - Rússia e Venezuela assinaram hoje um acordo intergovernamental sobre cooperação nuclear e a construção e exploração de uma usina atômica em território venezuelano, segundo informaram as agências russas.

O acordo foi assinado na presença dos presidentes russo, Dmitri Medvedev, e venezuelano, Hugo Chávez, que mantiveram hoje uma reunião a portas fechadas no Kremlin.

Chávez já antecipou em Caracas antes de viajar à Rússia que engenheiros russos construiriam na Venezuela uma usina nuclear.

Ontem, Chávez assegurou que a Venezuela não tem planos de fabricar uma bomba atômica, aproveitando a transferência de tecnologia nuclear da Rússia.

Chávez defende a promoção da energia nuclear para a geração de eletricidade, como alternativa a outras fontes de energia mais poluentes, segundo o exemplo de países como Brasil e Argentina.

Leia mais sobre a Venezuela

Siga as últimas notícias de Meio Ambiente e Energia no Twitter

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.