Mundo

Morte de Osama bin Laden: veja a repercussão nos EUA e no mundo

Nos EUA, americanos saíram às ruas para comemorar a morte do terrorista, enquanto no Afeganistão a população acompanhou pela TV o pronunciamento de Obama

Americanos comemoram a morte de Osama bin Laden  em Nova Yorque (Getty Images)

Americanos comemoram a morte de Osama bin Laden em Nova Yorque (Getty Images)

Vanessa Barbosa

Vanessa Barbosa

Publicado em 2 de maio de 2011 às 17h21.

São Paulo - "Pagamos Osama!", dizia um cartaz. "Obrigado Barack.. Paz, enfim", anunciava outro. Frases como essas se multiplicaram pelo centro de Nova York, que foi tomado pela celebração da morte de Osama Bin Laden, anunciada na madrugada desta segunda (2) pelo presidente Barack Obama.

Nitidamente empolgados, centenas de americanos saíram ás ruas para acompanhar o pronunciamento do presidente dos EUA. Orgulhosos, eles hasteavam a bandeira nacional e agradeciam ao governo pelo feito. O momento foi de triunfo e homenagem às vítimas do atentado às torres gêmeas do World Trade Center, há dez anos, coordenado pelo terrorista.

No Afeganistão, o premiê Hamid Karzai se disse satisfeito pelo fato de o líder da Al Qaeda ter sido abatido em território paquistanês e não em seu país - sempre apontado como local do esconderijo de Osama bin Laden. Os afegãos acompanharam atentos, pela TV, o pronunciamento do presidente americano sobre o episódio. Confira nas fotos ao lado.

Acompanhe tudo sobre:Al QaedaEstados Unidos (EUA)IslamismoOsama bin LadenPaíses ricosPolíticosTerrorismoTerroristas

Mais de Mundo

Legisladores democratas aumentam pressão para que Biden desista da reeleição

Entenda como seria o processo para substituir Joe Biden como candidato democrata

Chefe de campanha admite que Biden perdeu apoio, mas que continuará na disputa eleitoral

Biden anuncia que retomará seus eventos de campanha na próxima semana

Mais na Exame