Ministro cubano diz que "nunca" serão permitidos partidos

Rodrigo Malmierca Díaz disse que em seu país "nunca" se permitirá que se apresentem às eleições formações que tenham siglas distintas das do Partido Comunista

Rio de Janeiro - O ministro do Comércio Exterior de Cuba, Rodrigo Malmierca Díaz, disse nesta sexta-feira que em seu país "nunca" se permitirá que se apresentem às eleições formações que tenham siglas distintas das do Partido Comunista Cubano (PCC), que governa a ilha desde 1959, ano da Revolução.

Malmierca deu estas declarações durante um seminário realizado na Associação Comercial do Rio de Janeiro, que busca estimular investimentos brasileiros em Cuba.

Perguntado pela Efe, o ministro disse que o fato de o sistema político e econômico cubano ser diferente ao da maioria dos estados do mundo não dificulta as relações de comércio com outros países.

Durante o encontro, Malmierca apresentou a empresários brasileiros alguns dos investimentos mais importantes realizados pelo governo cubano, e destacou a ampliação do Porto de Mariel, em Havana, onde ficará a Zona de Desenvolvimento Especial, uma área dedicada a fomentar investimentos estrangeiros para impulsionar a economia.

Como fez ontem em São Paulo, o ministro explicou os benefícios e objetivos do projeto, e encorajou os empresários brasileiros a investir nele.

Rodrigo Malmierica não quis responder mais perguntas depois do ato e disse já ter respondido a "duas perguntas sobre questões políticas".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também