May buscará solução “pragmática” para Brexit em Bruxelas

A menos de dois meses até que a Grã-Bretanha deixe a União Europeia, as preocupações aumentam com o risco de uma saída sem acordo

Londres – A primeira-ministra britânica Theresa May disse neste domingo que buscará uma “solução pragmática” nas negociações com Bruxelas para um impasse parlamentar sobre os termos em que a Grã-Bretanha deixa a União Europeia.

A menos de dois meses até que a Grã-Bretanha deixe o bloco em 29 de março, as preocupações aumentam com o risco de uma saída sem acordo.

A questão que mais trouxe oposição de legisladores em seu Partido Conservador é a fronteira pós-Brexit entre o Reino Unido e a Irlanda, mas May, em texto no jornal The Sunday Telegraph, não esclareceu como pretendia resolvê-la.

Membros do parlamento, que no mês passado rejeitaram o acordo Brexit de May com a UE, instruíram-na a voltar a Bruxelas para renegociar os acordos para a Irlanda do Norte.

A UE rejeitou as negociações de reabertura do chamado “backstop”, mecanismo para manter uma fronteira aberta na ilha da Irlanda caso a Grã-Bretanha e a UE não consigam um acordo comercial de longo prazo antes do final de um período de transição.

“Quando eu retornar a Bruxelas, estarei lutando pela Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, estarei armada com um novo mandato, novas idéias e uma renovada determinação para chegar a uma solução pragmática que entregue o Brexit que o povo britânico votou.”

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.