Le Pen se recusa a usar véu e cancela reunião com líder libanês

A instituição dirigida por Derian, mais alta autoridade sunita do Líbano, expressou seu pesar pelo "comportamento inadequado" de Le Pen

Beirute - A líder da extrema-direita da França e candidata presidencial, Marine le Pen, não pôde se reunir nesta terça-feira com a mais alta autoridade sunita do Líbano, o mufti da República, xeque Abdul Latif Derian, depois que a política se negou a cobrir sua cabeça com o véu islâmico, informou a instituição religiosa.

A instituição dirigida por Derian expressou seu pesar pelo "comportamento inadequado" de Le Pen, que "se recusou a colocar o véu islâmico, um requisito para ver o mufti", segundo um comunicado.

A candidata de extrema-direita parte como favorita no primeiro turno das eleições presidenciais francesas, cuja votação acontece em 23 de abril, mas não para ganhar o pleito.

"Le Pen foi notificada sobre a necessidade de cobrir a cabeça ao se reunir com o mufti, mas quando ela chegou (ao encontro), se negou a fazê-lo, apesar dos pedidos nesse sentido", detalhou a instituição.

A candidata, por sua vez, afirmou que o ocorrido "não é grave", segundo declarações divulgadas pela Agência Nacional de Notícias libanesa ("ANN").

"A mais alta autoridade sunita do mundo não teve essa exigência e, portanto, não tenho motivos para vesti-lo (agora)", afirmou Le Pen, em referência a seu encontro no Cairo em 2015 com Ahmed al Tayyip, xeque de Al Azhar, a instituição de referência do islã sunita em todo Oriente Médio.

Em entrevista publicada hoje pelo jornal libanês "L'Orient-Le Jour", Le Pen afirmou que "cada país tem sua história" e que ela não tenta "impor o modelo francês, já que a laicidade é um conceito que vários países interpretam mal".

A candidata presidencial francesa chegou no domingo pela noite ao Líbano para uma visita oficial de dois dias, durante a qual já se encontrou com o presidente do país, Michel Aoun; com o primeiro-ministro, Saad Hariri; com o ministro das Relações Exteriores, Yebrán Basil, e com o patriarca maronita (católico de Oriente), Monsenhor Bechara Rai.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.