A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Japão quer eleição na Ásia após punição a Bin Hammam

O catariano Mohamed bin Hammam foi banido de qualquer atividade ligada ao esporte

Tóquio - O presidente da Associação de Futebol do Japão, Junji Ogura, disse nesta terça-feira que a Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês) deveria realizar eleições presidenciais após o banimento do catariano Mohamed bin Hammam de qualquer atividade ligada ao esporte até o final da sua vida por conta de acusações de suborno.

O chinês Zhang Jilong assumiu interinamente a presidência da confederação asiática desde a suspensão de Bin Hammam no mês passado. A Fifa impôs o banimento por toda vida ao catariano no último fim de semana, mas Bin Hammam disse não ter intenção de renunciar ao seu cargo e pediu para os dirigentes asiáticos terem paciência durante seu processo de apelação.

O comitê executivo da AFC se reunirá na sexta-feira para discutir o assunto, mas Ogura já revelou o seu desejo após a punição a Bin Hammam. "Foi suspenso por toda a vida portanto penso que é necessário que se realizem eleições", disse o dirigente japonês.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também