Janet Yellen diz que trabalhará para reconstruir sonho americano

Yellen fez história como a primeira presidente do Fed e será desafiada a revitalizar uma economia americana atingida pela crise do coronavírus
Yellen: "Como secretária do Tesouro, trabalharei todos os dias para reconstruir esse sonho para todos" (Christopher Aluka Berry/Reuters)
Yellen: "Como secretária do Tesouro, trabalharei todos os dias para reconstruir esse sonho para todos" (Christopher Aluka Berry/Reuters)
D
Da Redação, com AFP e Estadão ConteúdoPublicado em 30/11/2020 às 14:37.

O presidente recém-eleito dos Estados Unidos, o democrata Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (30) a ex-presidente do Federal Reserve (Fed) como secretária do Tesouro.

"Janet Yellen é indicada para ser secretária do Tesouro. Se confirmada, será a primeira mulher a comandar o Depaertamento do Tesouro em seus 231 anos de história", declarou a equipe de transição de Biden.

Antecipada na semana passada pelo The Wall Street Journal e confirmada à AFP por uma fonte financeira, a indicação de Yellen, de 74 anos, foi anunciada junto com vários nomes que completarão a equipe econômica de Biden assim que ele assumir o cargo, em 20 de janeiro de 2021.

Biden também disse na segunda-feira que Neera Tanden, presidente do "think tank" Center for American Progress, será nomeada para chefiar o Escritório de Administração e Orçamento, enquanto Wally Adeyemo, um ex-vice-conselheiro de Segurança Nacional, foi nomeado subsecretário do Tesouro, acrescentou a equipe de transição.

Yellen fez história como a primeira presidente do Fed e será desafiada a revitalizar uma economia americana atingida pela crise do coronavírus.

"À medida que começamos a trabalhar para controlar o vírus, esta é a equipe que fornecerá assistência financeira imediata ao povo americano durante esta crise econômica e nos ajudará a reconstruir nossa economia melhor do que nunca", disse Biden em um comunicado.

Os Estados Unidos sofreram uma forte contração em seu Produto Interno Bruto (PIB) anualizado e perderam dezenas de milhões de empregos enquanto lutava contra o maior surto de covid-19 do mundo.

O pacote de estímulo em massa aprovado no início do ano ajudou a mitigar parte do golpe, mas Yellen provavelmente terá de superar o impasse no Congresso para aprovar mais ajuda. Segundo analistas, a medida é necessária para evitar mais danos econômicos.

"Reconstruir o sonho americano"

Após ser confirmada como nova secretária do Tesouro, Janet Yellen, escreveu em sua conta oficial no Twitter que os Estados Unidos enfrentam "grandes desafios como país". 

"Para nos recuperarmos, devemos restaurar o sonho americano - uma sociedade onde cada pessoa pode atingir seu potencial e sonhar ainda mais alto para seus filhos", afirmou Yellen. "Como secretária do Tesouro, trabalharei todos os dias para reconstruir esse sonho para todos", acrescentou.

Yellen, uma economista entusiasmada com um jeito de falar erudito, às vezes carregado de jargão, é casada com o ganhador do Prêmio Nobel de Economia George Akerlof.

A ex-chefe do Fed tem experiência no mercado trabalhista, uma habilidade valorizada em um momento de crise, quando a pandemia dobrou o desemprego nos Estados Unidos para 6,9%, (3,6% em fevereiro).
Yellen também tem o respeito dos legisladores que lembram de seus esforços para normalizar a política monetária do Fed, após a crise financeira global de 2008.

Próxima à elite econômica progressista, Yellen foi além de Biden ao exigir um imposto sobre as emissões de carbono para combater as mudanças climáticas.