Índia registra 400.000 casos de covid-19 em 24 horas

País está abrindo a vacinação para todos os adultos diante do aumento número de novos casos. Foram 3.500 mortes neste sábado
Crise da covid-19 na Índia: 150 milhões de vacinas foram aplicadas na Índia e quase 25 milhões de habitantes receberam as duas doses (Amit Dave/Reuters)
Crise da covid-19 na Índia: 150 milhões de vacinas foram aplicadas na Índia e quase 25 milhões de habitantes receberam as duas doses (Amit Dave/Reuters)
A
AFPPublicado em 01/05/2021 às 10:41.

A Índia anunciou neste sábado (1) mais de 400.000 novos casos de covid-19 em 24 horas, um recorde mundial, no momento em que o país pretende abrir a vacinação para seus quase 600 milhões de adultos, apesar da escassez de fármacos.

O gigante asiático registrou 401.993 novos contágios nas últimas 24 horas, anunciou o ministério da Saúde. Em abril, o país de 1,3 bilhão de habitantes contabilizou quase sete milhões de casos.

As 3.523 mortes anunciadas neste sábado elevam a 211.853 o balanço de vítimas fatais na Índia, mas especialistas destacam que os números reais são superiores.

Apesar de a vacinação ter sido liberada para todos os adultos, vários estados, como Maharashtra e Nova Délhi, já alertaram para a falta de doses e temem que a campanha possa provocar disputas administrativas, confusão nos preços e problemas técnicos.

Até o momento, 150 milhões de vacinas foram aplicadas na Índia, o que representa 11,5% da população, e quase 25 milhões de habitantes receberam as duas doses.

"As filas de espera aqui são enormes e as pessoas não param de brigar", declarou Jayanti Vasant em um centro de imunização de Mumbai.

Em Délhi, mais de 100 pessoas se aglomeraram na entrada de um dos poucos hospitais que ofereciam doses para pessoas com menos de 45 anos.

 

A ajuda internacional prometida por mais de 40 países começou a chegar esta semana à Índia, onde os hospitais à beira do colapso precisam de leitos, oxigênio e medicamentos.

Ao menos 16 pacientes de covid-19 e duas enfermeiras morreram neste sábado em um incêndio em um hospital de Bharush, no estado de Gujarat (oeste).

Nova Délhi anunciou a prorrogação do confinamento por mais uma semana. As restrições de deslocamento terminariam na segunda-feira, mas as autoridades decidiram ampliar o prazo pelo número acelerado de casos na cidade.