Grave acidente de trem deixa feridos na Escócia

Houve fogo no motor do trem que descarrilhou na região de Stonehaven. Cerca de 30 ambulâncias estão no local

Várias pessoas ficaram feridas com gravidade quando um trem descarrilou na manhã desta quarta-feira, na costa leste da Escócia, afirmou a primeira-ministra Nicola Sturgeon, declarando estado de emergência de grande incidente.

Uma fumaça escura subiu de uma área florestal na parte inferior de um vale perto de Stonehaven, ao sul da cidade petrolífera de Aberdeen, depois que o trem ScotRail descarrilou após forte chuva durante a noite.

Duas ambulâncias aéreas e cerca de 30 veículos de emergência foram vistos em um terreno pouco acima da cena do descarrilamento.

A agência de notícias Press Association, citando fontes anônimas, publicou que havia o temor de que o maquinista do trem estivesse morto, além de outras fatalidades. Não houve confirmação imediata das autoridades.

“Embora os detalhes ainda estejam surgindo, temo dizer que há primeiros relatos de ferimentos graves”, disse Sturgeon.

“Este é um incidente extremamente sério. Tive relatos iniciais da rede ferroviária e de serviços de emergência e estou me atualizando. Todos meus pensamentos estão com os envolvidos.”

A polícia recebeu relatos de um trem descarrilando perto de Stonehaven, 15 kms ao sul de Aberdeen, às 9h40 (horário local), desta quarta-feira.

A BBC noticiou que o trem era formado por duas locomotivas, uma na frente, outra atrás, e quatro carruagens de passageiros. Informou ainda que a locomotiva frontal e três dos vagões saíram dos trilhos e pararam no aterro de um rio.

Stonehaven e a área ao redor foram atingidos por enchentes nos últimos dias e alguns relatos sugerem que deslizamentos de terra possam ter colaborado para o descarrilamento, embora isso não tenha sido confirmado pelas autoridades.

“Serviços de emergência estão em atendimento e o incidente está em andamento”, disse uma porta-voz da polícia escocesa.

O Reino Unido tem uma das menores taxas de acidentes ferroviários fatais da Europa, com um histórico de segurança mais forte que os de Alemanha ou França nos últimos anos, segundo dados da Eurostat, que incluem pessoas não autorizadas nas vias férreas e em cruzamentos.

As ferrovias europeias são muito seguras para passageiros, com apenas 13 mortes entre os então 28 países que formavam a União Europeia em 2018, segundo os dados mais recentes disponíveis no Eurostat. Apenas uma delas foi no Reino Unido.

O pior desastre ferroviário do Reino Unido nas últimas décadas foi uma colisão, em 1999, entre dois trens em Ladbroke Grove, em Londres, na qual 31 pessoas morreram, e um acidente, em 2001, perto de Selby, em Yorkshire, nordeste da Inglaterra, no qual 10 pessoas perderam suas vidas depois que um carro entrou no trilho e foi atingido por dois trens.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.