Detido na Alemanha pode ter vínculo com atentado em Bruxelas

Polícia alemã prendeu em Düsseldorf um salafista que pode ter relações com o terrorista Ibrahim el-Bakraoui

Berlim – A polícia alemã deteve ontem em Düsseldorf um salafista, possivelmente vinculado aos autores dos atentados de Bruxelas, afirma em seu site a revista “Der Spiegel”.

Segundo esse meio, o suspeito, identificado como Samir E., foi interceptado em 2015 na fronteira entre Turquia e Síria, a mesma que Khalid el-Bakraoui, suposto autor do ataque no metrô de Maelbeek e irmão de Ibrahim el-Bakraoui, responsável por agir no Aeroporto de Zaventem. As autoridades turcas o expulsaram à Holanda por suspeitas de militância ou intenção de se unir ao jihadismo.

Fontes da Promotoria Federal se limitaram, até agora, a confirmar à revista a detenção de um homem, suspeito de envolvimento em “preparativos de um ato violento contra a segurança do Estado”. Segundo “Der Spiegel”, a detenção aconteceu quinta à tarde em uma operação da Polícia de Düsseldorf e a Promotoria tenta esclarecer agora que relação ele mantinha com el-Bakraoui. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.