Dalai Lama define Mandela como homem de princípios

O Dalai Lama, líder espiritual dos budistas tibetanos, expressou sua profunda tristeza pela morte do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela

Nova Deli - O Dalai Lama, líder espiritual dos budistas tibetanos, expressou nesta sexta-feira sua "profunda tristeza" pela morte do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, a quem qualificou como "um homem de coragem, princípios e uma integridade inquestionável".

Em comunicado divulgado em seu site, o Dalai Lama afirmou que sentirá falta de um "grande amigo", por quem sentia grande admiração e respeito.

"Com sua morte, o mundo perdeu um grande líder, cuja determinação teve um papel fundamental em assegurar a paz e a reconciliação na transição do "apartheid" na África do Sul", afirmou o líder budista. "Viveu uma vida cheia de significado", ressaltou.

O Dalai Lama prestou condolências à família do ex-presidente sul-africano e ao povo da África do Sul e afirmou que rezará por Mandela.

O líder espiritual tibetano disse que, embora o líder sul-africano "tenha ido fisicamente, seu espírito continuará".

O Dalai Lama afirmou que a melhor forma de homenagear Mandela é trabalhar pela paz e em prol da conciliação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.