Coreia do Norte determina quarentena para estrangeiros

Visitas turísticas para a Coreia do Norte foram interrompidas na semana passada, de modo que poucos visitantes devem estar no país

Pyongyang - A Coreia do Norte anunciou nesta quinta-feira que vai colocar estrangeiros em quarentena durante 21 dias a fim de evitar a propagação do ebola, embora nenhum caso da doença tenha sido relatado no país ou em qualquer lugar na Ásia e muito poucos estrangeiros sejam autorizados a entrar em território nacional.

De acordo com o anúncio feito para as missões diplomáticas em Pyongyang, independentemente do país ou região de origem, todos os estrangeiros ficarão em quarentena sob observação médica por 21 dias.

Estrangeiros de áreas afetadas ficarão em áreas isoladas.

Visitas turísticas para a Coreia do Norte foram interrompidas na semana passada, de modo que poucos visitantes devem estar no país.

Não ficou claro se turistas que ficarão menos de 21 dias no país teriam de permanecer durante o período de quarentena.

Durante o surto de síndrome respiratória aguda grave (SARS), em 2003, a Coreia do Norte também fechou suas fronteiras por vários meses, mas aquela era uma ameaça muito mais óbvia.

A epidemia atingiu a China e a maioria dos voos para a Coreia do Norte vêm de Pequim. Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.