Congresso argentino aprova expropriação da petroleira YPF

A norma promovida pelo governo foi aprovada com 207 votos a favor, 32 contra e 6 abstenções

Buenos Aires - A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou na noite desta quinta-feira o projeto de lei que autoriza a expropriação da participação de 51 por cento da petroleira YPF que está nas mãos da petrolífera espanhola Repsol.

A norma promovida pelo governo foi aprovada com 207 votos a favor, 32 contra e 6 abstenções. O Senado já havia dado aprovação preliminar por ampla maioria no fim de abril.

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que tem reforçado o controle estatal na economia, irritou a Espanha e outros parceiros comerciais europeus no mês passado quando revelou o plano de expropriação da YPF, a maior empresa de energia do país.

Mas a decisão de Cristina de devolver a YPF para as mãos do Estado após a sua privatização na década de 1990 foi aplaudida pelos argentinos, que culpam essas políticas de livre mercado por causar uma terrível crise econômica há uma década.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.