Congresso americano aprova orçamento militar

Congresso aprovou o orçamento de 2014 do Pentágono, que contém um dispositivo que facilita a transferência de detentos de Guantánamo para outros países

Washington - O Congresso dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira o orçamento de 2014 do Pentágono, que contém um dispositivo que facilita a transferência de detentos de Guantánamo para outros países.

O orçamento, aprovado após um compromisso entre democratas e republicanos, aprova 552,1 bilhões de dólares em gastos militares, incluindo o aumento de 1% nos salários dos militares.

Também prevê 80,7 bilhões de dólares para operações fora do território americano, a maior parte para o Afeganistão.

O texto inclui um dispositivo que amplia o poder do presidente americano de ordenar a transferência de detentos na base naval de Guantánamo, na ilha de Cuba, para outros países, o que poderia permitir a Barack Obama cumprir a promessa eleitoral de 2008 sobre o fechamento de centro de detenção.

Mas o projeto, assim como desejavam os republicanos, não contempla a possibilidade de transferir os prisioneiros a penitenciárias em território americano.

O documento modifica substancialmente o código de justiça militar no que diz respeito ao assédio e agressões sexuais nas Forças Armadas, para proteger as vítimas e proibir qualquer forma de sanção aos que apresentam ações por este motivo.

Mas, ao contrário do que desejavam as senadoras dos dois partidos, os processos deste tipo continuarão sendo tratados pela justiça militar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.